Cuidados com pajem ou daminha de 4 patas

daminhas e pajens de 4 patas

Cuidados com pajem ou daminha de 4 patas

Não é a toa que se fala que o cachorro é o melhor amigo do homem. Nada mais natural do que levar o seu amigo de quatro patas no seu casamento, se ele já é parte importante na sua vida e na do seu amor.Já considerou ter Daminhas e Pajens de 4 patas?

Apesar de ser uma idéia animadora, existem diversos cuidados que você deve ter se não abre mão de ter o seu pet com você no dia do casório.

Separei algumas dicas e ideias para que você possa tomar todos os cuidados sem dispensar a presença do seu animalzinho de estimação no seu dia especial.

Cachorro não é gente!

Antes que você sequer considere levar seu animal de estimação no seu casamento, especialmente se for para fazer alguma parte importante dele como levar as alianças, lembre-se que não é uma pessoa.

Parece óbvio, mas é importante lembrar que um pet não vai conseguir se comportar como um ser humano. Ele pode ficar assustado com tantas pessoas diferentes ao seu redor

Cachorros têm sentidos sensíveis, então levá-lo a um ambiente ao qual ele não está acostumado, pode estressar o animal e acabar arruinando a ideia inicial, que era tê-lo ali com você.

Já pensou se o dia do seu casamento acaba virando uma viagem às pressas para o veterinário?

Tendo em mente que seu cachorro precisará de cuidados diferentes do que os que você teria com uma pessoa, segue as dicas para deixar seu bichinho tranquilo e lindo no seu grande dia:

Conheça o seu cão!

Antes de pensar em levar seu pet para o casamento e dar a ele uma incumbência tão importante quanto as alianças, conheça o animal.

Ele é bravo? Tímido? Costuma se assustar com ambientes diferentes ou muitas pessoas ao seu redor?

Se a resposta for sim, você talvez deva considerar deixar-lo em casa. Se ainda sabendo como ele é ter ele junto é um must, considere algumas ideias para deixá-lo bem comportadinho e feliz.

Acompanhando pajens e daminhas

Deixar seu pet assumir a responsa sozinho de levar as alianças é um grande risco.

Se ele for bonzinho e adorar atenção, é possível que com os donos no altar, seu cão acabe fazendo o caminho lindo e pleno como se fosse um rei.

Mas, como já te disse antes, conhecer o animal é imprescindível. Considere ter pajens ou daminhas para acompanhá-lo no caminho.

Se ficar com medo do seu bichinho se assustar ou acabar, digamos assim, desviando do caminho… Uma coleira e alguém para conduzi-la pode ser uma excelente ideia.

Além de ficar lindo demais, né? Consegue imaginar algo mais fofo do que uma criança conduzindo um cachorro com alianças? Mais fofo que isso só se fosse um unicórnio, kkkk.

Cogite adestrá-lo

Se a ideia fofíssima de uma criança com um cão não te agradar e você bater o pé de seu cachorro entrar sozinho, há sempre a possibilidade de adestrá-lo.

Afinal, você conhece seu pet como mais ninguém. Se você acha que é possível que ele faça alguma coisa fora do planejado, um adestrador pode te ajudar.

É importante que seu cão seja adestrado um tempo antes do casório, no mínimo seis meses, ok? Afinal, você quer que ele seja adestrado com muito carinho e não por imposição.

Deixar para a última hora pode acabar estressando o animal e pondo tudo por água abaixo.

Cachorro com um dos noivos

Talvez nem entrar sozinho ou com pajens e daminhas seja o ideal para você, mas o pet entrar com um dos noivos? Vai fundo, gata!

Garanto que nada vai roubar mais a cena do que seu amor todo lindo de terno e gravata entrando com seu cachorro, ou você mesma de véu e grinalda com seu petzinho no colo ou na coleira.

Vista seu pet de acordo

Claro que isso não é uma exigência, mas se você, seu noivo e todos seus convidados estão todos arrumados e cheirosos, por que seu pet não estaria?

Leve-o até a pet shop, dê um banho, tose, vista-o de acordo.

É comum que cães machos vistam algo parecido com um terno, ou no mínimo uma gravata. Além de fofo, você pode combinar com o terno do noivo ou dos padrinhos.

Já as fêmeas podem vestir uma saia com tule branco ou um laço colorido. Flores também deixam o animalzinho uma fofura.

Você também pode combinar com as flores utilizadas nos enfeites do casamento ou no seu buquê.

Não me convidaram pra festa

É isso mesmo que você leu, garota. Seu pet pode se dar bem com a cerimônia de casamento e levar as alianças belíssimo roubando a cena.

Mas, como já falei anteriormente, ele não é uma pessoa.

A música alta da festa, além de todo mundo dançando, podem deixá-lo muito assustado e estressado.

Seu cão pode ser um amor em casa, mas em períodos estressantes ele pode acabar até mordendo alguém por conta do ambiente.

Considere ter alguém responsável pelo pet, para todas as horas necessárias.

Antes do casamento, essa pessoa deve levá-lo para passear e fazer suas necessidades. O ideal é que pelo menos uns quinze minutos antes da cerimônia ele seja levado novamente.

Você não quer que ele pare no meio do caminho e faça xixi no vestido de uma convidada, não é?

Além das necessidades, seu cão precisa de comida e água. Se for adestrado, lembre de levar biscoitinhos e outros petiscos para recompensá-lo pelo bom comportamento.

Ainda mais importante, tenha alguém responsável por levar o cãozinho para casa depois da cerimônia. Deixe-o descansar.

A festa está só começando para vocês, mas a parte formal já exigiu bastante dele.

Cuidado com o lugar

Antes de mais nada, é importante saber que nem todos os lugares aceitam a entrada de animais.

Especialmente se você for casar na igreja, converse antes com o padre ou pastor. Mesmo que ele aceite, esteja ciente que isso pode chocar algumas pessoas mais religiosas

Considere casar ao ar livre. Para o cachorro, estar em sintonia com a natureza pode deixá-lo mais tranquilo.

Também é importante que você o leve ao lugar antes para que ele o conheça.

Se o pet estiver mais familiarizado com o local, é mais uma garantia de que tudo vai correr dentro dos conformes.

E aí, pet lover, gostou das nossas dicas? Não abre mão de ter seu cachorro com você na sua data mais importante? Deixe um comentário pra gente contando!

Bjoss,
Cris Françoise

Nenhum comentário

Adicione um comentário